Michel Foucault – Fichamento de Documentário

Michel-Foucault

Fichamento do documentário sobre Michel Foucault visto em sala:

  • Michel Foucault possui um pensamento transversal, em sua obra ele atravessa campos como: direito, sociologia, psicologia e filosofia.
  • O eixo de pensamento de Foucault é o sujeito. E o sujeito está na educação para ser lapidado, educado, normatizado.
  • Esquema da educação tradicional para Foucault:

Sujeito1—————>Educação———–>Sujeito2

(Sem altos e baixos, desconsiderando a interação com outras relações)

1. Fora da norma            Normatização            2. Normatizado

1. Pedra Bruta                 Lapidação                   2. Lapidado

  • Para Foucault o sujeito é uma criação histórica e se existiram vários sujeitos, existiram varias educações.
  • Foucault enfoca no saber; acredita que existe uma construção do conhecimento ao invés de um conhecimento já pronto.
  • Cada momento histórico foi/é um saber possível.
  • Não existe uma verdade universal, é também uma construção histórica
  • A filosofia é dar vida aos pensamentos; a construção do conhecimento não está pronta.
  • As verdades são impostas por quem está no poder. Verdades: Única, lógica e psicológica. O poder é uma instância produtiva que produz saber. Ambos estão intimamente ligados.
  • Pratica de liberdade na educação tradicional não existe. A educação tem um objetivo externo, raramente tem como objetivo crescimento interno. Um exemplo seria o vestibular: os alunos do ensino médio se preocupam em estudar para entrar em uma universidade e não para entender melhor a si mesmos e ao mundo em que vivem.
  • Cultivo de si é o princípio da liberdade.
  • O objetivo do educador não é passar/mostrar algo que o aluno não conheça, agindo de forma mediática entre o conhecimento e o aluno, mas sim, levar o olhar destes estudantes para algo que até então eles não tinham olhado.
  • Para Foucault o educador faz parte do processo educativo, a moral é a prescrição de normas e a ética é uma ação refletida em si mesmo, como uma estética da existência.
  • Todas as relações humanas são relações de poder.

Para saber mais “Foucault e a educação” de Alfredo Veiga-Neto com uma breve introdução em http://www.scielo.br/pdf/es/v25n87/21471.pdf

Por meio de uma análise histórica inovadora, o filósofo francês viu na educação moderna atitudes de vigilância e adestramento do corpo e da mente

Para mais informações: http://revistaescola.abril.com.br/historia/pratica-pedagogica/critico-instituicao-escolar-423110.shtml

Hannah Gomes

Esse post foi publicado em Queer, Queer Theory e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s