0

O corpo é um território de fala, de expressão e de reivindicação, um território muitas vezes invadido e constantemente normatizado por agentes externos. Construímos nossos corpos constantemente, procurando nos adequar a norma ou fugir dela, adaptando aparências, gestos, gostos e desejos. Convivendo com essa norma, que é cruel porque pequena, corremos o risco constante de rejeitar-nos.

A performance “0” (zero) é um ritual de purificação onde corto meus cabelos, os raspo  e os espalho sobre meu corpo, reciclando física e simbolicamente minha matéria corporal. O cabelo, antes marca de feminilidade, ao cobrir todo o corpo se aproxima de uma identidade masculina, bambeando as fronteiras das identidade de gênero, tornando-me no processo sujeito-abjeto. Renego, com isso, uma identidade feminina estritamente ligada à idéia convencional de beleza, e aceito outra, mais ligada a sensações e que permite um corpo real.

Tauana Macedo

Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para 0

  1. Nina disse:

    Denso e muito forte… Achei genial essa forma de demonstrar a transitoriedade através do cabelo que, como quase tudo, tem um potencial de se afirmar próprio de dois lugares teoricamente e às vezes praticamente opostos.
    Valeu Tauana! E obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s